Manteiga de cupuaçu da Amazônia - equilíbrio de ácidos graxos para uma hidratação perfeita

Manteiga de cupuaçu da Amazônia - equilíbrio de ácidos graxos para uma hidratação perfeita

A manteiga de cupuaçu provém de uma árvore da floresta tropical amazônica, parente do cacau. Ela é um dos óleos vegetais mais sólidos. Segundo a nomenclatura internacional de ingredientes cosméticos, é denominada Manteiga de Semente de Theobroma Grandiflorum. O que faz com que ela seja uma fonte cosmética tão valiosa? Ela retém a água na pele de maneira melhor do que a lanolina, alivia inflamações, regenera e é um filtro UV natural. Além disso, tem uma composição equilibrada de vários ácidos graxos. Você deseja saber mais?

A grande maioria de nós adora óleos capilares exóticos. Os que são extraídos por prensagem a frio de plantas que estão em pleno crescimento parecem ser mais ricos em nutrientes valiosos naturais. É claro que existe um pouco de verdade nessa frase. A Amazônia é a região mais abundante em cacaueiros. Um deles é chamado Theobroma grandifloru e pode ser visto nas regiões amazônicas do leste do Brasil. Na verdade, ele contém muitas substâncias terapêuticas valiosas. A manteiga de cupuaçu, prensada a frio a partir das sementes do cacau, também contém uma variedade de nutrientes. É um "parente" próximo da famosa manteiga de cacau.

Manteiga de cupuaçu INCI:

Manteiga de Semente de Theobroma Grandiflorum 

Cupuaçu - como lê-lo adequadamente?

Há vários óleos com nomes muito difíceis de pronunciar. O problema está em suas origens. Se você já se perguntou "como se lê cupuaçu?", é só verificar a origem. A forma correta de escrever seu nome é cupuassu, cupuazú, cupu assu e copoasu. Todos os outros nomes estão incorretos. Se deseja ser exato, então não os utilize.

Manteiga de cupuaçu - componentes

Muitos cosmetologistas valorizam esse produto pelo conteúdo de fitoesteróis. O que exatamente isso significa? Os esteróis vegetais são estruturalmente ligados aos esteróis, que fazem parte do nosso cimento intercelular. Por isso, os fitoesteróis ricos em manteiga de cupuaçu (beta-sitosterol, estigmasterol, campesterol) fortalecem com eficácia a barreira lipídica da epiderme e do cabelo. Em resumo - a manteiga de cupuaçu oferece proteção. Mas isso não é tudo o que pode ser encontrado nela.

A manteiga de cupuaçu contém uma grande quantidade de vitamina E, que é um antioxidante natural muito forte. Na sequência, há uma grande quantidade de vitaminas C e A - a fonte de fósforo e ácidos graxos. Ademais, a manteiga de cupuaçu também é rica em ácidos graxos insaturados ômega 9 e ômega 6, que são balanceados com a quantidade de ácidos graxos saturados (como o palmítico e o esteárico). Portanto, a manteiga de cupuaçu é ideal para cabelos de baixa porosidade. Contudo, ela funcionará bem em fios com porosidade média.

Manteiga de cupuaçu - aroma & consistência

A manteiga de cupuaçu não refinada é distinta das outras porque tem consistência sólida, mesmo em temperatura ambiente. Ela é uma massa muito compacta. Ela se dissolve após ser aquecida a uma temperatura de 25 a 37 graus Celsius. A manteiga de cupuaçu é prensada a frio da amêndoa do fruto do Theobroma Grandiflorum. O interior duro dessa fruta tem precisamente a mesma cor do óleo - café claro e leitoso. A manteiga de cupuaçu tem um aroma muito delicado, doce e suavemente de nozes. Seu cheiro não é muito intenso e, felizmente, não deixa nenhum odor desagradável no cabelo ou na pele.

Manteiga de cupuaçu - propriedades

Em primeiro lugar, a manteiga de cupuaçu é adequada tanto para o cabelo quanto para o corpo. Nos dois casos, ela funciona da mesma forma. Esse produto não causa nenhuma reação alérgica, não sensibiliza e não irrita. Por isso, é usado com muita frequência como substituto natural de muitos cosméticos - loções, cremes, condicionadores ou máscaras. A manteiga de cupuaçu é muito bem absorvida, por isso não deixa uma sensação gordurosa ou pegajosa após ser aplicada.

Manteiga de cupuaçu - efeitos na pele

A manteiga de cupuaçu refinada deixa a pele macia e suave. Essa é a maneira perfeita de hidratar a pele seca e desidratada. É especialmente recomendada para pessoas que têm problemas de pele atópica, com descamação e rachaduras. Ela proporciona uma ampla regeneração, assim como proteção contra os efeitos nocivos da radiação solar, toxinas, etc. De que maneira? O produto cria uma delicada camada protetora. A manteiga de cupuaçu acalma e elimina a vermelhidão da pele e diminui a velocidade do processo de envelhecimento, além de garantir a regeneração celular. É claro que isso também se aplica ao couro cabeludo.

Manteiga de cupuaçu - efeitos no cabelo

Convém aplicar a manteiga de cupuaçu nos cabelos, pois ela garante a regeneração e o reforço. Ela renova a camada lipídica dos fios, de forma que eles ficam mais protegidos e não perdem nutrientes valiosos. Ela também mantém o nível adequado de umidade. A ação da manteiga de cupuaçu é muito parecida com a dos filtros UV - ela proporciona uma barreira protetora na superfície das mechas. A substância também é denominada lanolina vegetal, porque tem alta absorção de água e evita a evaporação. O cabelo fica constantemente hidratado e, com isso, flexível, macio e brilhante. A manteiga de cupuaçu tem propriedades anti-inflamatórias e, assim, pode prevenir a inflamação dos folículos. Como consequência, ela reduz os danos ao cabelo, inibe sua perda excessiva e garante o trabalho adequado dos bulbos capilares.

Manteiga de cupuaçu - uso

Como usar a manteiga de cupuaçu? Em primeiro lugar, é preciso ser consistente e regular. O uso sistemático da manteiga proporcionará a regeneração adequada da pele e dos cabelos e os efeitos serão duradouros.

Mais ainda, a manteiga de cupuaçu oferece uso versátil. A começar pelo fato de que ela pode ser aplicada diretamente no couro cabeludo e nos cabelos e terminando na produção de cosméticos caseiros. Depois de ser aquecida, ela é adequada para ser utilizada no tratamento de lubrificação dos cabelos (também em combinação com outros óleos). Além disso, trará efeitos impressionantes se for usada como um complemento para máscaras e condicionadores. Ademais, ela é frequentemente encontrada em óleos prontos, como o Nanoil, para cabelos de baixa porosidade. Não é de se admirar, afinal, ela oferece efeitos maravilhosos.

Manteiga de cupuaçu - para que tipo de cabelo?

Será mais fácil definir isso se analisarmos o conteúdo de ácidos graxos. A manteiga de cupuaçu natural e não refinada tem muito mais ácidos graxos poliinsaturados, que Os ácidos graxos ômega-9 (monoinsaturados) e saturados são a maior parte e seu número é parecido. Portanto, é difícil responder à pergunta se ela funcionará melhor em cabelos de baixa ou alta porosidade.

Entretanto, quando se trata de alta porosidade, a manteiga de cupuaçu pode não funcionar muito bem devido ao fato de conter muito poucos ácidos graxos poliinsaturados. Os cabelos danificados podem ficar com frizz, muito secos e sem brilho. Por causa da concentração de dois ácidos graxos saturados, ela deve agir melhor em cabelos de baixa porosidade. Portanto, a manteiga de cupuaçu é um dos ingredientes do Nanoil para cabelos de baixa porosidade. No entanto, como contém uma quantidade parecida de ômega-9, a manteiga de cupuaçu também pode ser usada em cabelos de porosidade média.

Sinta-se à vontade para compartilhar sua opinião sobre o artigo conosco.


Comentários: #0


Adicione seu comentário. Ele será publicado após ser aprovado por um moderador.
Óleo de Mamona
Óleo de Argan
Óleo de Jojoba
Spray de proteção térmica
Sérum facial de retinol
Política de Privacidade

Nosso site usa cookies, além de cookies de terceiros para usar ferramentas externas. No caso de o usuário não concordar, apensas os cookies essenciais serão usados. Você pode mudar as configurações em seu navegador a qualquer momento. Você concorda no uso de cookies?

Política de Privacidade